Pensar a escola como espaço de (trans)formação através das artes africanas: diálogos itinerantes

Ao nos propormos falar sobre formação estética através das artes africanas, uma das primeiras questões que devemos levar em consideração consiste em questionar o que podemos entender como formação estética. De acordo com Lago e Vani (2015), essa é uma questão diretamente relacionada com a possibilidade de diálogos transformadores induzidos pelo encontro com o outro, … Continue lendo Pensar a escola como espaço de (trans)formação através das artes africanas: diálogos itinerantes